segunda-feira, junho 3Notícias que importam
Shadow

Base Industrial de Defesa

Crise à Vista na Base Industrial de Defesa – Banco do Brasil Deserta do Seu Dever Pátrio

Crise à Vista na Base Industrial de Defesa – Banco do Brasil Deserta do Seu Dever Pátrio

Artigos, Base Industrial de Defesa, Economia, Geopolítica, Ministério da Defesa
Hoje foi com sentimento de imensa decepção e preocupação, que li na "Folha de São Paulo", a notícia sobre a decisão do Banco do Brasil de cortar laços financeiros com empresas de defesa é mais do que uma simples mudança de política; é um abandono de responsabilidades fundamentais para com a segurança e desenvolvimento do país. Ao retirar seu suporte financeiro a um setor estratégico, como é o caso da Indústria de Defesa, o BB se coloca na contramão do compromisso nacional, ignorando as implicações econômicas, de emprego e tecnológicas que reverberam na sociedade brasileira. A argumentação de "governança" como justificativa para essa decisão é, no mínimo, questionável. Outros bancos privados já haviam adotado a mesma postura, mas o BB era visto como um último bastião, ainda negociand...
BNDES Azul impulsiona o desenvolvimento econômico do Brasil através da “economia azul”

BNDES Azul impulsiona o desenvolvimento econômico do Brasil através da “economia azul”

Economia, Base Industrial de Defesa, Eventos e Feiras, Geopolítica, Marinha do Brasil
O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) anunciou hoje o lançamento do programa BNDES Azul a bordo do Navio de Pesquisa Hidroceanográfico "Vital de Oliveira", da Marinha do Brasil. Este novo pacote de investimentos visa impulsionar o desenvolvimento da chamada "economia azul", focando em pesquisas na costa brasileira, fortalecimento da indústria naval e incentivo à descarbonização da frota marítima. Durante o evento, o presidente do BNDES, Aloizio Mercadante, assinou o contrato do Planejamento Espacial Marinho (PEM) para a região Sul, marcando um avanço significativo no projeto-piloto de planejamento espacial marinho no Brasil. O edital do PEM para a região Sudeste também foi lançado, juntamente com anúncios relacionados à infraestrutura e indústria naval. Em sua fa...
Mostra BID Brasil 2024 Atinge Marca de 70% de Stands Vendidos Antes do Evento

Mostra BID Brasil 2024 Atinge Marca de 70% de Stands Vendidos Antes do Evento

Base Industrial de Defesa, Economia, Eventos e Feiras, Geopolítica, Segurança Pública, Tecnologias
A 8ª Mostra BID Brasil, que está programada para ocorrer de 3 a 5 de dezembro de 2024 no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília, inicia o ano com um impressionante marco de 70% dos estandes já comercializados. Desde seu lançamento em 22 de novembro do ano passado, empresas da Base Industrial de Defesa e Segurança (BIDS) têm garantido seu espaço neste prestigioso evento, que é reconhecido como a principal vitrine para inovações na área de defesa. O evento, organizado e coordenado pela Associação Brasileira das Indústrias de Materiais de Defesa e Segurança (ABIMDE), tem como objetivo destacar as capacidades tecnológicas e produtivas das empresas brasileiras em uma localização estratégica: o Distrito Federal. Com os Comandos da Marinha, do Exército e da Aeronáutica sediados na C...
PROSUB – “Humaitá”, segundo S-BR é entregue ao setor operativo

PROSUB – “Humaitá”, segundo S-BR é entregue ao setor operativo

Base Industrial de Defesa, Eventos e Feiras, Geopolítica, Marinha do Brasil, Ministério da Defesa, Tecnologias
Na manhã marcante desta sexta-feira, 12 de janeiro, a Marinha do Brasil atingiu um novo patamar em sua capacidade operativa com a entrega do submarino "Humaitá", o segundo da prestigiosa Classe "Riachuelo". O evento, realizado na Base de Submarinos da Ilha da Madeira, contou com a presença de ilustres autoridades, incluindo o Ministro da Defesa, José Mucio Monteiro, e o Comandante da Marinha, Almirante de Esquadra Marcos Sampaio Olsen. Fruto da parceria estratégica e cooperação tecnológica com a França, o "Humaitá" representa um avanço crucial no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB), iniciado em 2008. Mais do que um reforço ao Poder Naval, o programa visa elevar o Brasil a um papel de destaque no cenário internacional. Equipado com propulsão diesel-elétrica, o submarino pas...
Marinha do Brasil Anuncia Transferência do Submarino “Humaitá” para o Setor Operativo nesta sexta-feira

Marinha do Brasil Anuncia Transferência do Submarino “Humaitá” para o Setor Operativo nesta sexta-feira

Base Industrial de Defesa, Eventos e Feiras, Geopolítica, Marinha do Brasil, Tecnologias
A Marinha do Brasil, através da sua Diretoria-Geral de Desenvolvimento Nuclear e Tecnológico (DGDNTM), anunciou que o Submarino "Humaitá" (S41) está programado para ser transferido para o Setor Operativo da Força Naval nesta sexta-feira, 12 de janeiro. Este marco representa um avanço significativo no Programa de Desenvolvimento de Submarinos (PROSUB) da Marinha. O Submarino Humaitá, é o segundo de uma série de quatro submarinos com propulsão diesel-elétrica (S-BR), integra a moderna Classe "Riachuelo". Após completar um extenso e rigoroso calendário de Testes de Aceitação no Porto e no Mar, a embarcação está pronta para iniciar seu ciclo operativo. Destinado a cumprir diversas missões, o Humaitá será vital para patrulhar as águas jurisdicionais brasileiras, incluindo a Amazônia Azul, e as...
A História do MB-3 “Tamoyo” e o Declínio da Indústria de Defesa Brasileira nos anos 90

A História do MB-3 “Tamoyo” e o Declínio da Indústria de Defesa Brasileira nos anos 90

Artigos, Base Industrial de Defesa, Economia, Exército Brasileiro, Geopolítica, Tecnologias
A indústria de defesa brasileira, apesar dos desafios e da falta de incentivos governamentais, sempre demonstrou criatividade e inovação. Entretanto, muitos projetos promissores foram abandonados ou negligenciados pelo governo, prejudicando não apenas as capacidades de defesa do Brasil, mas também a vitalidade da indústria de defesa nacional. Dentre os projetos que ficaram apenas no estágio de desenvolvimento, o MB-3 "Tamoyo" da Bernardini é um exemplo notável. Nasceu a partir do projeto brasileiro, derivado do americano M41, e incorporou avanços tecnológicos significativos, sendo armado com um canhão de 90mm ou 105mm. O "Tamoyo" manteve as características do M41, amplamente apreciado pelo Exército Brasileiro. O projeto teve início em 1982, conhecido inicialmente como X-30. Os primeiros ...
A Ascensão e Queda da Engesa: Um Triste Capítulo da História da Indústria de Defesa Brasileira

A Ascensão e Queda da Engesa: Um Triste Capítulo da História da Indústria de Defesa Brasileira

Artigos, Base Industrial de Defesa, Economia, Exército Brasileiro, Geopolítica, Tecnologias
Nos turbulentos anos 80, o Brasil se destacava como um dos grandes expoentes da indústria de defesa na América Latina, e a Engesa figurava como uma das principais protagonistas desse cenário. Exportando equipamentos militares de ponta para o mundo, a empresa brasileira se firmou como um dos principais fabricantes de viaturas militares, com destaque para os renomados blindados EE-9 Cascavel e EE-11 Urutu. Fundada em 1958 por um grupo de engenheiros liderado por José Luiz Whitaker Ribeiro, a Engesa iniciou sua jornada fabricando equipamentos para a indústria do petróleo. Contudo, à medida que a empresa expandia seus horizontes, ela se tornou um dos principais pilares da indústria de defesa brasileira, elevando o país à quinta posição entre os maiores exportadores mundiais de material milita...
15 Anos do PROSUB: Uma Jornada Estratégica Rumo à Autossuficiência Tecnológica

15 Anos do PROSUB: Uma Jornada Estratégica Rumo à Autossuficiência Tecnológica

Base Industrial de Defesa, Eventos e Feiras, Geopolítica, Marinha do Brasil, Tecnologias
Há 15 anos, em dezembro de 2008, a Marinha do Brasil embarcou em uma colaboração histórica com o governo francês, dando início ao Programa de Desenvolvimento de Submarinos, o PROSUB. Esta jornada, marcada por avanços notáveis, celebra um marco significativo neste sábado, 23 de dezembro de 2023. Desde então, o programa tem sido um farol de excelência e progresso no fortalecimento das capacidades de defesa do país. O PROSUB alcançou feitos notáveis, culminando na entrega bem-sucedida do primeiro submarino convencional, o S40 "Riachuelo", operante desde setembro de 2022. Além disso, estamos à beira de testemunhar a incorporação do segundo submarino, o S41 "Humaitá", com previsão de mais duas unidades até 2025. Este é um testemunho tangível do compromisso incessante com a modernização e a seg...
Novas embarcações chegam ao Comando Militar da Amazônia

Novas embarcações chegam ao Comando Militar da Amazônia

Geopolítica, Base Industrial de Defesa, Economia, Eventos e Feiras, Exército Brasileiro
O Comando Militar da Amazônia recebeu, na tarde de 13 de dezembro, dois novos Empurradores, embarcações de propulsão de balsas fluviais. Eles se juntarão à frota do Centro de Embarcações do Comando Militar da Amazônia e serão empregados no transporte logístico e operacional de suprimentos e de tropas da Amazônia Brasileira. Os novos empurradores contam com tecnologia de motorização e de auxílio à navegação, como motores eletrônicos, possibilitando melhor monitoramento e a geração de relatórios em tempo real, por meio de sistema integrado com radar, sonda e GPS. Sua nova motorização pode atingir até 12 nós, mesmo que esteja empurrando sua capacidade máxima de peso. A nova aquisição resulta em economia, eficiência e menor emissão de gases poluentes, demonstrando o compromisso do Exército ...
Arsenal de Guerra conclui teste de novos morteiros

Arsenal de Guerra conclui teste de novos morteiros

Base Industrial de Defesa, Exercícios Militares, Exército Brasileiro, Geopolítica, Tecnologias
O Arsenal de Guerra do Rio realizou uma série de tiros técnicos para a validação de 19 morteiros fabricados e de um morteiro revitalizado em suas instalações, entre os dias 12 e 13 de dezembro. Os testes consistem em uma bateria de tiros técnicos, com cargas e angulações distintas, com o objetivo atestar o funcionamento de todos os componentes do armamento. A equipe de especialistas também realiza medições de pressão e velocidade de boca, com base nas normas do Exército Brasileiro. Os dados coletados passam por uma rigorosa análise. Após a aprovação dos resultados, os morteiros são distribuídos para as unidades do Exército, onde a tropa pode operá-los em segurança. Durante os dois dias de testes, foi realizada mais de uma centena de tiros para viabilizar a entrega dos seguintes armamen...