segunda-feira, junho 3Notícias que importam
Shadow

Artigos

Voltamos a Atividade!!!

Voltamos a Atividade!!!

Artigos
Prezados leitores, O BrasilDefesa passou por um período de melhorias em nossos servidores, devido a este processo, ficamos temporariamente fora do ar, porém, retomamos nossas atividades, e a partir de 10 de junho, retomaremos nossas postagens periódicas, trazendo o conteúdo de qualidade que é a nossa marca. Agradecemos a compreensão e o apoio ao nosso projeto Prezado leitor, Gostaríamos de informá-lo sobre um recente período de melhorias que realizamos em nossos servidores, um processo que nos levou a ficar temporariamente fora do ar. No entanto, temos o prazer de anunciar que nossas atividades foram retomadas e, a partir do dia 10 de junho, estaremos de volta com nossas postagens periódicas, mantendo o compromisso com o conteúdo de qualidade que é a marca registrada do BrasilDefesa. ...
Desafios e Superações da Aviação Militar na Amazônia Brasileira: O Pioneirismo do Exército Brasileiro nos Céus da Selva

Desafios e Superações da Aviação Militar na Amazônia Brasileira: O Pioneirismo do Exército Brasileiro nos Céus da Selva

Artigos, Aviação, Exercícios Militares, Exército Brasileiro, Geopolítica
O Exército Brasileiro, pioneiro no uso de meios aéreos na América do Sul, enfrenta desafios significativos ao otimizar suas aeronaves, principalmente na região desafiadora da Amazônia. A missão envolve planejamento meticuloso, considerando variáveis como meteorologia, peso da aeronave e a necessidade de combustível, especialmente ao sair de Manaus, onde apenas quatro locais oferecem suporte de aeródromo para abastecimento direto. O cenário amazônico, com sua densa selva, árvores altas e escassez de áreas de pouso regulares, demanda estratégias únicas. Frequentemente, é preciso abrir clareiras na mata, lançar suprimentos por paraquedas ou utilizar técnicas especiais de infiltração por rapel para acessar objetivos remotos. Os desafios se estendem às condições meteorológicas, com a constan...
Crise à Vista na Base Industrial de Defesa – Banco do Brasil Deserta do Seu Dever Pátrio

Crise à Vista na Base Industrial de Defesa – Banco do Brasil Deserta do Seu Dever Pátrio

Artigos, Base Industrial de Defesa, Economia, Geopolítica, Ministério da Defesa
Hoje foi com sentimento de imensa decepção e preocupação, que li na "Folha de São Paulo", a notícia sobre a decisão do Banco do Brasil de cortar laços financeiros com empresas de defesa é mais do que uma simples mudança de política; é um abandono de responsabilidades fundamentais para com a segurança e desenvolvimento do país. Ao retirar seu suporte financeiro a um setor estratégico, como é o caso da Indústria de Defesa, o BB se coloca na contramão do compromisso nacional, ignorando as implicações econômicas, de emprego e tecnológicas que reverberam na sociedade brasileira. A argumentação de "governança" como justificativa para essa decisão é, no mínimo, questionável. Outros bancos privados já haviam adotado a mesma postura, mas o BB era visto como um último bastião, ainda negociand...
A História do MB-3 “Tamoyo” e o Declínio da Indústria de Defesa Brasileira nos anos 90

A História do MB-3 “Tamoyo” e o Declínio da Indústria de Defesa Brasileira nos anos 90

Artigos, Base Industrial de Defesa, Economia, Exército Brasileiro, Geopolítica, Tecnologias
A indústria de defesa brasileira, apesar dos desafios e da falta de incentivos governamentais, sempre demonstrou criatividade e inovação. Entretanto, muitos projetos promissores foram abandonados ou negligenciados pelo governo, prejudicando não apenas as capacidades de defesa do Brasil, mas também a vitalidade da indústria de defesa nacional. Dentre os projetos que ficaram apenas no estágio de desenvolvimento, o MB-3 "Tamoyo" da Bernardini é um exemplo notável. Nasceu a partir do projeto brasileiro, derivado do americano M41, e incorporou avanços tecnológicos significativos, sendo armado com um canhão de 90mm ou 105mm. O "Tamoyo" manteve as características do M41, amplamente apreciado pelo Exército Brasileiro. O projeto teve início em 1982, conhecido inicialmente como X-30. Os primeiros ...
A Ascensão e Queda da Engesa: Um Triste Capítulo da História da Indústria de Defesa Brasileira

A Ascensão e Queda da Engesa: Um Triste Capítulo da História da Indústria de Defesa Brasileira

Artigos, Base Industrial de Defesa, Economia, Exército Brasileiro, Geopolítica, Tecnologias
Nos turbulentos anos 80, o Brasil se destacava como um dos grandes expoentes da indústria de defesa na América Latina, e a Engesa figurava como uma das principais protagonistas desse cenário. Exportando equipamentos militares de ponta para o mundo, a empresa brasileira se firmou como um dos principais fabricantes de viaturas militares, com destaque para os renomados blindados EE-9 Cascavel e EE-11 Urutu. Fundada em 1958 por um grupo de engenheiros liderado por José Luiz Whitaker Ribeiro, a Engesa iniciou sua jornada fabricando equipamentos para a indústria do petróleo. Contudo, à medida que a empresa expandia seus horizontes, ela se tornou um dos principais pilares da indústria de defesa brasileira, elevando o país à quinta posição entre os maiores exportadores mundiais de material milita...
Cisne Branco: Embaixador dos Mares e Guardião das Tradições Navais Brasileiras

Cisne Branco: Embaixador dos Mares e Guardião das Tradições Navais Brasileiras

Artigos, Exercícios Militares, Geopolítica, Marinha do Brasil
Inspirado nos velozes "Clippers" do século XIX, o Navio Veleiro Cisne Branco - U 20, terceira joia da coroa naval brasileira, é um testemunho do casamento harmonioso entre tradição e inovação. Construído meticulosamente pelo estaleiro Damen Oranjewerf em Amsterdã, Holanda, o Cisne Branco teve sua quilha batida em 9 de novembro de 1998, lançando-se majestosamente ao mar em 4 de agosto de 1999. Sua entrega à Marinha do Brasil em 4 de fevereiro de 2000 marcou o início de uma jornada que ultrapassa o âmbito simbólico, estendendo-se até os domínios da educação marítima e do treinamento naval. O navio, com seus imponentes 249 pés de comprimento, não é apenas uma peça de engenharia naval; é uma obra de arte flutuante que personifica a elegância clássica da navegação. Conhecendo melhor o "Cisne B...
“Pessoal, Nosso Maior Patrimônio”: conheça um dos programas estratégicos da Marinha

“Pessoal, Nosso Maior Patrimônio”: conheça um dos programas estratégicos da Marinha

Artigos, Geopolítica, Marinha do Brasil
No dia 13 de dezembro, a Marinha do Brasil (MB) celebra o Dia do Marinheiro, a data homenageia o aniversário do Almirante Joaquim Marques Lisboa, o “Marquês de Tamandaré”. Como uma forma de destacar a importância da carreira de homens e mulheres do mar, que seguem o exemplo do Patrono da Força, a Agência Marinha de Notícias (AgMN) entrevistou o Diretor-Geral do Pessoal da Marinha, o Almirante de Esquadra Claudio Henrique Mello de Almeida. O Almirante Mello ingressou na MB em 1982 e, durante a sua carreira, comandou diversos meios navais e organizações militares, como a Fragata “Greenhalgh”, o 2° Esquadrão de Escolta e o Centro de Adestramento “Almirante Marques de Leão”. Também comandou a Força-Tarefa Marítima da Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL) e exerceu os cargos de C...
Angelo Nicolaci, editor do GBN Defense e Brasil Defesa, Recebe Medalha Mérito Tamandaré em Cerimônia Memorável no Dia do Marinheiro

Angelo Nicolaci, editor do GBN Defense e Brasil Defesa, Recebe Medalha Mérito Tamandaré em Cerimônia Memorável no Dia do Marinheiro

Artigos, Eventos e Feiras, Geopolítica, Marinha do Brasil, Meio Acadêmico
Na última quarta-feira, 13 de dezembro, durante a solene celebração do Dia do Marinheiro, uma figura proeminente no cenário jornalístico de defesa, Angelo Nicolaci, editor-chefe dos sites GBN Defense e Brasil Defesa, foi agraciado com a prestigiosa Medalha Mérito Tamandaré. A cerimônia, que aconteceu a bordo do NAM Atlântico, foi marcada por emoção e reconhecimento de cinco jornalistas especializados em defesa pela significativa contribuição para a cobertura jornalística da atuação da Marinha do Brasil, assuntos militares e estratégicos. A Medalha Mérito Tamandaré, uma das mais altas condecorações da Marinha do Brasil, é concedida a personalidades civis e militares que se destacam por suas ações em prol da Marinha e do país. Este ano, a escolha recaiu sobre Angelo Nicolaci, cujo trabalho ...
15 de Novembro: Entre Golpes e Ideais – A Complexidade da Proclamação da República

15 de Novembro: Entre Golpes e Ideais – A Complexidade da Proclamação da República

Artigos, Geopolítica, Meio Acadêmico
Há 134 anos, em 15 de novembro de 1889, ecoava a proclamação da República do Brasil, um marco que transcende o tempo e suscita uma indagação persistente: foi a república conquistada legitimamente ou gestada por um golpe dissimulado? A complexidade desse episódio histórico revela nuances que muitas vezes escapam ao entendimento comum. A trajetória que levou o Marechal Deodoro da Fonseca a proclamar a república em 1889 é permeada por descontentamentos, contradições e ações motivadas por uma elite insatisfeita, distante do clamor popular. O Brasil da época, sob o comando do visionário Imperador D. Pedro II, trilhava uma senda de transformações que despertavam resistências entre os detentores do poder econômico e político. A proclamação da república, longe de ser um anseio genuíno da socieda...
117 anos do primeiro voo do 14 Bis: Santos Dumont e sua contribuição para o mundo

117 anos do primeiro voo do 14 Bis: Santos Dumont e sua contribuição para o mundo

Tecnologias, Artigos, Aviação, Força Aérea Brasileira
O Brasil celebra no dia 23 de outubro, o Dia do Aviador, data comemorada pela primeira vez em solo brasileiro em 1936 em homenagem ao primeiro voo do 14 Bis, que foi realizado 30 anos antes por um dos maiores gênios criativos da história: Alberto Santos Dumont, pai da aviação. Nascido há 150 anos atrás em 1873, o inventor e aviador brasileiro desempenhou um papel crucial na criação e desenvolvimento dessa indústria, sendo a primeira pessoa a realizar um voo público bem-sucedido com um avião mais pesado que o ar, o 14 Bis, em 1906. O surgimento do primeiro avião foi o pontapé para o que viria logo após: empresas dedicadas ao desenvolvimento de aeronaves e aquelas responsáveis por garantir toda a segurança dos voos e ao novo espaço aéreo, que estava só começando a ser explorado. Santos Dumon...