sábado, fevereiro 3Notícias que importam
Shadow

Operação Escudo resulta em apreensões na Amazônia

O Comando de Fronteira Solimões/8º Batalhão de Infantaria de Selva apreendeu armas, munições, pescado e caça ilegal nas primeiras semanas de 2024. As ações fazem parte da Operação Escudo, permanente durante todo o ano na faixa de fronteira do Comando Militar da Amazônia. Seu objetivo é colaborar no combate a diversos ilícitos, como tráfico de drogas e crimes ambientais.

A apreensão mais recente ocorreu no dia 11 de janeiro, no Vale do Rio Javari, na região do 4º Pelotão Especial de Fronteira. Durante a revista de embarcações que trafegam pelo rio, foi identificada uma embarcação com armamento e munição de caça (calibre 16). Os materiais eram transportados de forma irregular.

Desde o início do ano, os Pelotões Especiais de Fronteira já apreenderam mais de meia tonelada de pescado ilegal. Em uma das ações realizadas pelo 4º Pelotão Especial de Fronteira, foi apreendida grande quantidade de pirarucu e surubim. As duas espécies se encontram no período do defeso, no qual as atividades de caça, coleta e pesca comerciais e esportivas ficam proibidas ou controladas para a preservação das espécies e para o uso sustentável dos recursos naturais.

Ao todo, foram apreendidos quase 200 quilos de peixe e, aproximadamente, 400 quilos de caça, além de tartarugas e cágados.

Os materiais apreendidos foram entregues para a Polícia Federal, em Tabatinga (AM). Já o pescado foi doado a comunidades locais, após verificação de qualidade por parte da Seção de Saúde do Pelotão.

 

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *