segunda-feira, junho 3Notícias que importam
Shadow

Marinha do Brasil Realiza Resgate Heroico a Mais de 2.300 km da Costa Brasileira

Na madrugada desta sexta-feira (2), a Marinha do Brasil concluiu uma operação de resgate de tirar o fôlego. Um tripulante indonésio, a mais de 2.300 km da costa brasileira, foi salvo em uma missão que envolveu dois Distritos Navais e um navio da Esquadra.

Tudo começou por volta das 11h30 do dia 28 de janeiro, quando o Serviço de Busca e Salvamento da Marinha do Brasil (SALVAMAR Brasil), baseado no Rio de Janeiro, recebeu um pedido de ajuda do Serviço de Busca e Salvamento da Espanha (MRCC Madri). O pedido era urgente: um tripulante de 39 anos a bordo de um barco pesqueiro espanhol necessitava de auxílio médico emergencial devido a suspeita de peritonite, uma inflamação abdominal grave.

Diante da emergência, o SALVAMAR Brasil entrou em ação e contatou o SALVAMAR Leste, do Comando do 2º Distrito Naval, em Salvador-BA, uma vez que a embarcação estava na área de busca e salvamento sob sua responsabilidade.

Para encurtar o tempo de resgate, foi essencial encontrar um navio mais próximo que pudesse oferecer assistência. O navio mercante “C Force”, com bandeira das Ilhas Marshall, situado a cerca de sete horas da embarcação espanhola, prontamente se ofereceu para ajudar, embora não dispusesse de médico a bordo.

A Marinha do Brasil então acionou a Fragata “Defensora”, um navio de serviço da Esquadra, que estava nas proximidades de Vitória (ES). A “Defensora” contava com um médico a bordo e uma aeronave que poderia auxiliar na evacuação do tripulante.

Após uma série de coordenações e monitoramentos entre os diversos canais de comunicação envolvidos, incluindo o SALVAMAR Madri, o navio mercante, o pesqueiro espanhol e a Fragata “Defensora”, a operação avançou.

O resgate em si foi uma verdadeira proeza. O tripulante enfermo foi transferido do navio mercante para a Fragata “Defensora” por volta das 16h30 do dia 30 de janeiro. O médico a bordo constatou suspeita de apendicite, tornando a situação ainda mais urgente.

Finalmente, na madrugada desta sexta-feira, a Fragata “Defensora” ancorou na Baía de Guanabara, próximo à Escola Naval, no Rio de Janeiro. Uma equipe da Capitania dos Portos do Rio de Janeiro conduziu o desembarque do paciente, que recebeu assistência médica e foi transportado para a Casa de Saúde Pinheiro Machado, em Laranjeiras, RJ.

Esta operação de resgate é um testemunho da dedicação e capacidade da Marinha do Brasil em realizar missões de busca e salvamento em condições desafiadoras. O Serviço de Busca e Salvamento Marítimo do Brasil (SALVAMAR-Brasil) desempenha um papel crucial na preservação de vidas humanas, cobrindo uma vasta área ao longo da costa brasileira e além.

A Marinha do Brasil continua a investir em tecnologias e estratégias para melhorar a segurança marítima, incluindo o uso do aplicativo NAVSEG, que permite um monitoramento mais eficiente das embarcações em situações de perigo.

Este resgate bem-sucedido é um lembrete da importância vital das operações de busca e salvamento marítimo e do compromisso da Marinha do Brasil em garantir a segurança e o bem-estar daqueles que navegam em nossas águas.

 

Com Marinha do Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *