segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

Radar M200 Vigilante conclui testes com sucesso em Parintins

A Embraer e o Exército Brasileiro concluíram com sucesso o primeiro teste do radar M200 Vigilante, incluindo o transporte do equipamento com a aeronave KC-390 da Força Aérea Brasileira (FAB). A operação do radar foi realizada no Aeroporto Júlio Belém, localizado em Parintins, durante os meses de junho e julho. A Prefeitura de Parintins, o Aeroporto Júlio Belém e o Aeroporto Internacional de Viracopos também apoiaram a iniciativa.

O local foi escolhido em função do Festival Folclórico de Parintins, evento que provoca um aumento significativo no tráfego aéreo na região. Milhares de visitantes chegaram a cidade este ano pelo Aeroporto local, resultando em mais de 800 pousos e decolagens em uma semana. O radar M200 Vigilante foi transportado pela primeira vez em um KC-390, realizando uma viagem de três horas entre Campinas, no interior de São Paulo, e a cidade localizada na floresta amazônica. O sensor monitorou continuamente o tráfego aéreo num raio de 200 km do aeroporto, trabalhando em conjunto com os controladores de voo CINDACTA IV. O CINDACTA IV é o órgão da Força Aérea Brasileira responsável pelo monitoramento de voos na região Norte do país.

blank

“O Festival Folclórico de Parintins nos permitiu testar o desempenho do M200 Vigilante no ambiente desafiador da floresta amazônica. A operação conjunta da Embraer com o Exército Brasileiro e a Força Aérea Brasileira demonstrou a versatilidade, agilidade, precisão e robustez do radar já em sua primeira operação. Estamos muito satisfeitos com os resultados. Este é um passo importante para o efetivo e futuro aproveitamento operacional das Forças Armadas no Brasil e no exterior”, afirma Bosco da Costa Junior, Presidente e CEO da Embraer Defesa & Segurança.

“Temos orgulho de participar e contribuir com este importante evento na região amazônica. A parceria e o desenvolvimento conjunto entre o Exército Brasileiro e a Embraer construíram a autonomia tecnológica dos radares digitais ( phased array) há mais de 15 anos. A realização deste exercício foi mais um passo importante na verificação das características técnicas do M200 Vigilante. Isso ampliará a capacidade de nossas tropas e manterá a operação em andamento com o apoio do Cluster Industrial de Defesa Brasileiro”, afirma o General Achilles Furlan Neto – Chefe do Departamento de Ciência e Tecnologia do Exército.

O radar M200 Vigilante é um sistema de médio alcance voltado para aplicações de Vigilância Aérea e Alerta Precoce. Utilizando técnicas avançadas de processamento, ele pode identificar e rastrear posições e trajetórias, bem como classificar alvos. Possui sistema integrado de geração de energia, que garante autonomia de operação por até 48 horas e facilidade de transporte por plataformas terrestres e aéreas.

Fonte Embraer (EDS)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *