segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

Operação Furnas II – Fuzileiros Navais realizam grande adestramento ribeirinho em Minas Gerais

A Marinha do Brasil esteve mais uma vez presente no “Mar de Minas”, onde o Comando da Força de Fuzileiros da Esquadra (ComFFE), realizou a “Operação Furnas II”, entre os dias 25 de setembro e 5 de outubro, promovendo um novo e importante adestramento que reuniu mais de 700 militares, sendo o maior exercício militar realizado no Estado de Minas Gerais. Esta que é a 2ª edição da “Operação Furnas” este ano, tem como foco o preparo da força anfíbia expedicionária em operações no cenário ribeirinho.

blank

Com um progressivo crescimento na complexidade do exercício a cada edição, acompanhamos a introdução de novos conceitos e doutrinas, desta vez, o destaque fica por conta do estabelecimento do Centro de Comando e Controle Expedicionário (C3 Expedicionário), o qual introduz uma maior capacidade de prover uma ampla consciência situacional da área de operações por meio de Sistemas de Apoio à Decisão, como o Sistema de Consciência Situacional Unificada por Aquisição de Informações Marítimas (SCUA), o que representa um importante ganho de nível estratégico e tático a Força de Fuzileiros Navais, possibilitando uma maior agilidade no gerenciamento de respostas em cenários críticos, os quais exigem uma adequada percepção do cenário para que possam ser realizadas efetivas ações no campo de combate. Sobre o Centro de Comando e Controle Expedicionário (C3 Expedicionário), buscamos mais informações e você irá conferir em nossa próxima matéria sobre a Operação Furnas II.

blank blank

Após a conclusão da fase de oficinas, onde os militares recebem adestramentos em diversos aspectos das operações em ambiente ribeirinho, com  instruções diversas, como Desembarque Ribeirinho, natação utilitária, transposição de curso d’água, assalto ribeirinho com apoio de Carro Lagarta Anfíbio (CLAnf),  emprego de diferentes meios aquáticos, terrestres e aéreos, dentre várias atividades, é chegada a hora da consagração de todos os esforços empreendidos ao longo de dez dias de muito trabalho, dedicação e profissionalismo, com realização da Demonstração Operativa, que ocorreu na última quarta-feira, 4 de outubro.

blank

Furnas também foi palco da demonstração do JEEP Gladiator 4×4, apresentado pela VSK Tactical ao Comando do Material de Fuzileiros Navais (C-MAT), o qual foi submetido a algumas avaliações, sendo um potencial substituto das veteranas viaturas leves Land Rover Defender.

blank

Durante a Demonstração Operativa realizada na última quarta-feira (4), estiveram presentes, o Comandante-Geral do Corpo de Fuzileiros Navais, Almirante de Esquadra (FN) Carlos Chagas Vianna Braga, o Comandante da Força de Fuzileiros da Esquadra, Vice-Almirante (FN) Renato Rangel Ferreira e o prefeito de São José da Barra (MG), dentre outras autoridades e convidados, que puderam assistir uma vibrante demonstração das capacidades de nossa Marinha do Brasil e seus Fuzileiros Navais em operações ribeirinhas, apresentando meios e tropas altamente qualificados na defesa de nossa pátria.

blank

O “Mar de Minas” é uma região estratégica para o Brasil, seja por suas características peculiares ou dimensões gigantescas. Além de contar com uma das maiores represas fluviais do mundo, o Lago de Furnas banha 34 municípios e possui volume de água quatro vezes maior do que o da Baía de Guanabara, no Rio de Janeiro. O seu perímetro corresponde a quase metade do litoral brasileiro.

blank

Desde 2022, o Lago de Furnas recebe duas vezes ao ano, militares da Marinha do Brasil para realização dos exercícios de adestramento ribeirinho, oferecendo um ambiente adequado para a realização de uma vasta gama de exercícios, cenários e temas táticos mais completos e complexos, exercitando o emprego das múltiplas capacidades da Marinha do Brasil seja em água, em terra ou no ar, favorecendo a integração e o emprego dos meios navais, aeronavais e de fuzileiros navais.

No próximo ano aguardamos novidades, pois ainda há muito o que se explorar deste fantástico cenário e suas possibilidades para o adestramento e qualificação de nossos militares para defender nosso Brasil.

 

Por Angelo Nicolaci

Imagens: Welter Mesquita / Sgt D. Cruz  / Angelo Nicolaci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *