terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

“Operação Formosa 2023” – Batalhão Logístico de Fuzileiros Navais realiza movimentação de meios e materiais entre o Rio de Janeiro e Formosa

Esta se iniciando a maior das edições já realizada da “Operação Formosa”, considerada uma das mais importantes manobras de adestramento da Força de Fuzileiros da Esquadra, a “Operação Formosa 2023” será o palco de uma grande demonstração das capacidades logísticas empreendidas pela Marinha do Brasil, em especial o Corpo de Fuzileiros Navais.

Apesar de oficialmente estar iniciando nesta sexta-feira, 4 de agosto, a “Operação Formosa” teve de fato início há pouco mais de um mês, quando partiu do Rio de Janeiro em 30 de junho o primeiro Grupamento de Marcha, que percorreu mais de 1.300km de estradas até desembarcar os meios e materiais em Formosa (GO), um desafio logístico, finalizado na última terça-feira, 01 de agosto, quando partiu o último grupamento de marcha rumo ao Centro de Instrução de Formosa (CIF).

blank

Nós já acompanhamos essa jornada de três dias cruzando as estradas brasileiras desde o sudeste até o planalto central, foram dois pernoites a beira da rodovia, tendo o apoio de dois Destacamentos de Apoio de Serviço ao Combate (DASC), uma vez que o protocolo de segurança prevê que os comboios transitem apenas durante o dia, mantendo uma marcha controlada afim de reduzir o impacto no dia a dia do cidadão brasileiro, a viagem que hoje cumprimos de ônibus em 22:40min, demanda três dias.

Neste ano, a “Operação Formosa”, entrará para os registros como o maior exercício de interoperabilidade envolvendo as três instituições militares brasileiras, com uma relevante participação do Exército Brasileiro, que também deslocou meios através de um longo percurso, visando possibilitar executar uma manobra de ultrapassagem pela força terrestre após um desembarque anfíbio, feito até então inédito e que exige um grande esforço de planejamento e preparo técnico.

blank

Com o o objetivo de apoiar os movimentos de transporte dos meios e pessoal para a operação, a Tropa de Retorço, por meio do Batalhão Logístico de Fuzileiros Navais (BtlLogFuzNav), demandou um grande esforço logístico, envolvendo o emprego de aproximadamente 120 militares e diferentes meios para montar os Destacamentos de Apoio de Serviços ao Combate (DASC), em Valinhos-SP e Uberaba-MG, responsáveis por prestar apoio e garantir segurança e sustentação ao pessoal e material da Força que vem do Mar, além de compor os Grupamentos de Marcha que efetuaram o transporte de 144 viaturas, incluindo blindados, viaturas leves e pesadas, equipamentos, armamentos e munição, além de todo o material necessário à instalação da tropa no Campo de Instrução de Formosa-GO.

Esse grande esforço logístico, consolidado pelo transporte dos meios com segurança, demonstra e confirma a capacidade expedicionária do BtlLogFuzNav de atuar em todos os tipos de operação, em qualquer região do território nacional ou fora dele, garantindo à Força de Fuzileiros da Esquadra (FFE) o apoio necessário para o cumprimento de suas diversas missões.

Como diz o lema do Batalhão Logístico de Fuzileiros Navais: “Logística Adequada é Poder de Combate.”

Parabéns aos nossos guerreiros anfíbios por este grande feito, e a missão só esta começando, afinal, no momento escrevo a bordo do ônibus em deslocamento junto as tropas que irão participar do exercício, e neste momento acabo de transpor os portões de entrada do CIF, aguardem, pois temos muito para acompanhar e trazer a você leitor sobre esta que é a mais importante manobra do calendário anual de adestramentos do Corpo de Fuzileiros Navais.

Adsumus!!!

Por Angelo NICOLACI

Com apoio da Tropa de Reforço

1 Comment

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *