quarta-feira, junho 5Notícias que importam
Shadow

NPaOc “Araguari” ganha destaque na mídia da Namíbia

A visita do NPaOc Araguari (P-122) ao porto de Walvis Bay, ganhou destaque na mídia lical da Namíbia. A passagem do Navio de Patrulha Oceânico (NPaOc) “Araguari”, faz parte da programação da comissão que partiu do Brasil em 10 de janeiro, quando suspendeu de Natal para integrar o exercício internacional “Obangame Express 2023”, que ocorrerá em Angola.

O exercício internacional visa promover treinamento para capacitar os países participantes a fornecer segurança marítima no Golfo da Guiné, onde ocorrerão diversas oficinas e exercícios que buscam elevar o nível de conhecimento das marinhas envolvidas, através da simulação de cenários de combate a pesca ilegal, não declarada, poluição e pirataria, além de exercitar as capacidades de resgate á navios em perigo.

O “Araguari” chegou a Walvis Bay na sexta-feira (10) e permaneceu  até a última segunda-feira (13). O navio foi recebido na Namíbia pelo embaixador do Brasil, Gláucio Veloso.

Na ocasião, o embaixador brasileiro declarou a midia local, os laços que o Brasil possui com o país, destacando a marinha brasileira e seu histórico de cooperação com a Namíbia desde os primeiros dias da independência do país africano.

“Esta visita também incorpora o espírito do compromisso da política externa do Brasil e da Namíbia com uma Zona de Paz e Cooperação do Atlântico Sul para combater atividades ilícitas internacionais e promover a colaboração pacífica entre os países da Bacia do Atlântico Sul”, disse Veloso.

O NPaOc “Araguari” é comandado pelo CF Marcio Jorge dos Santos, que recebeu membros da Força de Defesa da Namíbia, diplomátas, adidos militares, e autoridades civis.

“No próximo mês de junho, comemoraremos 10 anos de bons serviços no mar. Nesse período, o “Araguari” vem realizando inúmeras missões diferentes em águas brasileiras e aqui na costa oeste da África”, disse o comandante.

O navio, que possui 90,5m de comprimento, tem como função o monitoramento e proteção das águas jurisdicionais brasileiras, sendo um meio de grande valor para fiscalizar as extensas áreas marítimas que compõe nossa “Amazônia Azul”. Sua principal missão é realizar o patrulhamento marítimo e operações de busca e salvamento. É o terceiro dia três navios da classe Amazonas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *