segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

Marinha realiza “Operação MINEX-23” em Salvador

A Marinha do Brasil (MB) está conduzindo o Exercício MINEX-23 nas águas da Baía de Todos-os-Santos, o qual ocorrerá no período de 23 a 27 de outubro. Este exercício envolve o lançamento real de minas marítimas de exercício, que não possuem cargas explosivas. Participam do MINEX-23 diversas embarcações, incluindo os Navios-Varredores (NV) “Atalaia” e “Araçatuba,” a Corveta (CV) “Caboclo,” e o Aviso Balizador “Aldebaran,” baseados em Salvador, juntamente com o Navio-Patrulha Oceânico (NPaOc) “Apa,” oriundo do Rio de Janeiro. Além disso, a Capitania dos Portos da Bahia e Sistemas Marítimos Não Tripulados (SMNT) também estão participando.

O principal objetivo do MINEX-23 é preparar os meios navais subordinados ao Comando do 2º Distrito Naval (Com2ºDN) para operações de minagem e contramedidas de minagem. Neste ano, a Corveta “Caboclo” lançará seis minas de fundeio e contato do tipo SH-60E, que posteriormente serão “varridas” pelos Navios-Varredores em um exercício de contramedidas de minagem do tipo varredura mecânica dupla.

A capacidade de “varrer” as minas é exclusiva dos navios varredores, que possuem dispositivos capazes de rebocar longos cabos de aço com tesouras próprias. Essas tesouras são capazes de cortar os cabos-amarras das minas, levando-as até a superfície, onde mergulhadores especializados em Desativação de Artefatos Explosivos (DAE) podem desativá-las com segurança.

Além disso, o NPaOc “Apa” desempenha o papel de “Navio-Mãe” durante o exercício, servindo como base de operações e controle para o Veículo de Superfície Não Tripulado – Laboratorial (VSNT-Lab), desenvolvido pelo Centro de Análises de Sistemas Navais (CASNAV). Também participa do exercício o Veículo de Superfície Não Tripulado (VSNT) “SUPPRESSOR,” desenvolvido pela empresa Tidewise em parceria com a Empresa Gerencial de Projetos Navais (EMGEPRON).

blank

O Com2ºDN está utilizando veículos não tripulados de forma pioneira nas operações de contramedidas de minagem, o que contribui para tornar as operações mais seguras e eficientes, afastando os seres humanos da área de perigo das minas.

O Com2ºDN, com sede em Salvador (BA), desempenha um papel crucial como a Organização Militar Orientadora Técnica (OMOT) líder na área de conhecimento de Minagem e Contramedidas de Minagem na Marinha do Brasil. Além disso, o Comando da Força de Minagem e Varredura (ComForMinVar), subordinado ao Com2ºDN, é responsável por operações de Contramedidas de Minagem para garantir a segurança das linhas de tráfego marítimo, áreas adjacentes a portos, terminais e plataformas, bem como possíveis áreas de operações das Forças Navais. O ComForMinVar, localizado no Complexo Militar-Naval de Aratu, conta com meios subordinados, incluindo os NV “Aratu,” “Atalaia,” e “Araçatuba.”

Adicionalmente, o Com2ºDN abriga o Grupo de Avaliação e Adestramento de Guerra de Minas (GAAGueM), criado em 8 de fevereiro de 2006, cuja missão é produzir informações operacionais de guerra de minas para contribuir com o desenvolvimento, consolidação, disseminação e atualização da doutrina, procedimentos táticos e emprego de equipamentos de guerra de minas.

 

Fonte Marinha do Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *