quarta-feira, junho 5Notícias que importam
Shadow

Marinha emite nota oficial sobre casco do NAe São Paulo

A Marinha do Brasil, por meio da Autoridade Marítima Brasileira (AMB) informou que assumiu nesta sexta-feira (20), as operações que envolvem o casco do ex-Navio Aeródromo “São Paulo”, para preservar a segurança da navegação, evitando danos a terceiros e ao meio ambiente, com base na Lei nº7.542/86, após a empresa Sök Denizcilik Tic Sti (Sök) não ter efetivado as providências determinadas pela AMB.

Como parte desse processo, o Navio de Apoio Oceânico “Purus” substituiu o Rebocador “Alp Guard”, da empresa ALP (contratada pela proprietária do casco), que apresentou restrições logísticas para a manutenção do reboque do casco. A operação ocorreu a 170 milhas náuticas da costa brasileira (cerca de 315km), área marítima considerada segura, dadas as atuais condições de severa degradação em que o casco se encontra. Cabe ressaltar que a Sök não deixou de ter responsabilidade pelo bem.

Por fim, a AMB não autorizará a aproximação do casco de águas interiores ou terminais portuários brasileiros, em face do elevado risco que representa, com possibilidade de encalhe, afundamento ou interdição do canal operacional e econômica ao Estado brasileiro.

Fonte CCSM

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *