segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

Marinha do Brasil realiza cerimônia em homenagem ao Dia do Peacekeeper

Na manhã desta terça-feira, 30 de maio, o Corpo de Fuzileiros Navais da Marinha do Brasil realizou a cerimônia alusiva aos 75 anos de atuação dos “Peacekeepers” no Complexo Naval da Ilha das Flores (CNIF), onde o Comando da Tropa de Reforço foi anfitriã do cerimonial, que marca as comemorações mundiais que remetem ao final da década de 40, quando a ONU enviou sua primeira missão de Paz ao Oriente Médio, marcando na história o dia 29 de maio de 1948, como o marco inicial de uma longa história de ações e sacrifícios em prol da PAZ.

blank

O evento que contou com a presença de várias gerações de “Peacekeepers” brasileiros, além de exibir no dispositivo equipamentos que compõe as capacidades de pronto emprego e reação rápida da Marinha do Brasil, sendo a única instituição militar brasileira possuir uma tropa detentora da certificação de Nível 3 na escala de qualificação de forças de paz da ONU, sendo este o mais alto nível que uma tropa pode ser classificada.

blank blank blank blank

Prestigiaram ao evento o alto comando do Corpo de Fuzileiros Navais, e fora proferida a Ordem do Dia, alusiva a celebração do Dia do Mantenedor da PAZ, de autoria do Comandante de Operações Navais (CON), AE Wladmilson BORGES de Aguiar, que em suas palavras destacou o importante papel dos homens e mulheres que se empenham em levar a Paz e Estabilidade a diversas partes do globo, muitas vezes exigindo o sacrifício de suas próprias vidas, além de ressaltar a participação brasileira e da Marinha do Brasil em diversos cenários ao longo da história, onde destacam-se as participações na Força Interina das Nações Unidas no Líbano (UNIFIL) e na Missão das Nações Unidas para a Estabilização no Haiti (MINUSTAH).

blank

Após as palavras do Comandante de Operações Navais e a leitura da Ordem do Dia do Ministro da Defesa, José Múcio, foi realizada a deposição de uma coroa de flores em homenagens aqueles “peacekeepers” que deram suas próprias vidas, em sacrifício pela Paz. Encerrando o cerimonial, foi realizado um desfile, onde Mantenedores de Paz de ontem e de hoje, marcharam sob a “Canção Fibra de Herói”, ostentando suas “Coberturas Azuis”, que é a marca destes guerreiros da Paz.

blank blank blank blank blank blank blank

Nosso editor foi convidado para acompanhar a solenidade, e prestar uma justa homenagens aqueles homens e mulheres que realmente podem ser chamados de “Heróis”

blank

Parabéns aos heróicos Mantenedores da Paz, um Bravo-Zulu aos Peacekeepers de todos os tempos, e sucesso aos mantenedores da paz que hoje estão distantes de seus lares e famílias, para levar a paz e o acalento aos povos acometidos pelos males da guerras e conflitos que tomam diversas regiões do mundo, muito obrigado , que Deus os proteja em sua honrosa missão.

 

por Angelo Nicolaci

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *