terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

Marinha do Brasil e Stella firmam memorando para avaliação do SARP-E “Albatroz” embarcado

A Marinha do Brasil, por intermédio da Diretoria de Aeronáutica da Marinha (DAerM), e a brasileira Stella Tecnologia firmaram no dia 18 de agosto, um Memorando de Entendimento para avaliação do Sistema Aéreo Remotamente Pilotado Embarcado (SARP-E) “Albatroz”, que apresenta capacidade de operar a partir do Navio Aeródromo Multipropósito Atlântico (A 140).

O SARP desenvolvido pela Stella Tecnologia visa justamente atender as necessidades navais de operar aeronaves remotamente pilotadas embarcadas em navios aeródromos  ou a partir de pistas não preparadas. Após estudar as características do convoo do Capitânia da Esquadra, a Stella desenvolveu o SARP-E com um trem de pouso com bequilha dupla e um dispositivo de parada para pouso a bordo.

A bequilha dupla foi pensada e desenvolvida pela Stella para que durante a decolagem e o pouso, o SARP-E não venha a perder o controle ao passar pelas buricas no convoo.

O Albatroz possui características interessantes , medindo 7 metros de envergadura, apresentando 4 metros de comprimento e autonomia de 25 horas de voo.

A Marinha do Brasil vem analisando soluções no mercado, afim de adotar novos SARP embarcados, em especial, com capacidade de realizar esclarecimento e ataque.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *