terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

Guerreiros do Pantanal: militares concluem curso após um mês de treinos intensos

Dos 88 candidatos ao Curso Expedito de Operações no Pantanal (C-Exp-OPant), 27 alunos chegaram à etapa final. Eles se formaram, ontem (30), em cerimônia realizada no 3º Batalhão de Operações Ribeirinhas (3ºBtlOpRib), em Ladário (MS). Durante quatro semanas, os alunos passaram por treinamentos rigorosos, a fim de manter a prontidão do Poder Naval na área de jurisdição do Comando do 6º Distrito Naval, nos estados do Mato Grosso e do Mato Grosso do Sul. O Pantanal, com uma área de mais de 140 mil km², constitui-se a maior planície alagável do mundo.

blank

 O curso, realizado de 29 de maio a 30 de junho, teve como objetivo suplementar a habilitação técnico-profissional dos militares, para a aplicação de técnicas de combate específicas, em ambiente operacional do Pantanal e com recursos disponíveis na natureza; de sobrevivência em locais hostis; e de atuação de Grupos, Unidades e Elementos-Tarefa componentes de uma Força-Tarefa Ribeirinha, particularmente em patrulhas, escolta, assalto ribeirinho e reconhecimento.

blank

Ao olhar para os concludentes do C-Exp-OPant 2023, não há como não comparar com os militares que recebemos no início do curso. A transformação é notória e nos enche de orgulho, por saber que contribuímos para o crescimento profissional desses 27 novos e vibrantes Operadores Ribeirinhos do Pantanal, que terão a árdua missão de honrar o brevê do ‘jacaré’ conquistado e de manter sempre elevado o padrão dos ‘Operações Pantanal’”, exaltou o Encarregado do curso, Capitão-Tenente (Auxiliar Fuzileiro Naval) Daniel Gustavo de Moraes.

Para realização do C-Exp-OPant, foram empregados meios navais do Comando da Flotilha do Mato Grosso e do 3ºBtlOpRib, além de meios aeronavais do 1º Esquadrão de Helicópteros de Emprego Geral do Oeste. Os 27 concludentes são: um Oficial Fuzileiro Naval; um Oficial do Exército Brasileiro; um Oficial da Armada Paraguaia; duas Praças do Corpo da Armada da Marinha do Brasil; e 22 Praças do Corpo de Fuzileiros Navais.

blank

 C-Exp-OPant

Realizado desde 1989, o Curso Expedito de Operações no Pantanal foi pioneiro em preparar Fuzileiros Navais para atuarem em ambiente ribeirinho, em particular no rigoroso e diversificado bioma Pantanal. Neste ano, na 34ª edição, o C-Exp-OPant atingiu a marca de 877 Operadores Ribeirinhos do Pantanal formados.

blank

Tradicionalmente, após a conclusão do curso, eles recebem um “gorro marrom”, que simboliza a cor das águas do rio Paraguai, espinha dorsal do Pantanal, e o estimado distintivo com a tríade Jacaré-Âncora-Louros em seus peitos, representando, respectivamente, a força do combatente pantaneiro, o comprometimento com a Marinha do Brasil e a vitória sobre as adversidades.

 

 

Fonte: Marinha do Brasil

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *