segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

Guerra na Ucrânia – Alemanha embarga exportação de blindado brasileiro

Diante da negativa brasileira aos pedidos da Alemanha para fornecer munições destinadas aos esforços de guerra ucranianos, o Federal Office for Economic Affairs and Export Control, orgão responsável pelas exportações na Alemanha, respondeu a posição brasileira com o embargo à exportação de 28 viaturas “Guarani” para as Filipinas.

O VBTP “Guarani” foi desenvolvido para o Exército Brasileiro, fabricado pela Iveco Defense em sua planta industrial de Sete Lagoas (MG), e como praticamente todos meios desenvolvidos para o mercado de defesa no Brasil, possui muitos componentes e sistemas de origem estrangeira, como é o caso da transmissão ZF Ecomat 6HP602 produzida na Alemanha, um dos sistemas do “Guarani” sujeitos ao controle de exportação alemão.

Essa resposta da Alemanha a repetida negativa brasileira de fornecer munições para envio a Ucrânia, afeta diretamente o contrato de exportação da viatura brasileira para as Filipinas, avaliado em mais de 46 milhões de dólares, que prevê inicialmente um total de 28 viaturas, que podem chegar ao total 114 unidades, como parte de um pacote fechado pelo Governo de Israel com a intermediação da israelense Elbit Systems, das quais cinco viaturas já estão no pátio da IDV aguardando o envio.

O embargo pode representar um verdadeiro impacto para as exportações da viatura brasileira, a qual é objeto de negociações com a Argentina e Malásia, dentre outros países que tem demonstrado interesse na aquisição do “Guarani”.

A posição brasileira de se manter neutro em relação ao conflito entre Rússia e Ucrânia, é primordial para o agronegócio, uma vez que o Brasil depende diretamente do fornecimento de fertilizantes produzidos pela Rússia, o que poderia ser objeto de embargo por parte dos russos, caso o governo brasileiro participe dos esforços de guerra europeus no apoio a Ucrânia.

Este é só um dos impactos diretos do conflito que se iniciou há exatamente um ano (24 de fevereiro de 2022), e segue sem previsão de uma solução no horizonte, o qual ainda promete causar muita turbulência nas relações interestatais em todo mundo.

Tal episódio marca mais uma vez a necessidade de políticas sérias de incentivo ao desenvolvimento industrial e tecnológico brasileiro, que esta muito distante de obter a tão sonhada independência.

Há temores que a Alemanha possa escalar nos embargos ao Brasil, o que pode afetar importantes programas de defesa nacionais, como a construção das Fragatas Classe Tamandaré.

Fonte GBN Defense

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *