segunda-feira, junho 3Notícias que importam
Shadow

FAB inicia o Exercício Conjunto Escudo-Tínia 2023

Céu com poucas nuvens e a companhia do caça F-5M, do avião radar E-99 e da aeronave H-36 Caracal. Esse foi o cenário que embalou o primeiro dia de atividades do Exercício Conjunto Escudo-Tínia 2023, segunda-feira (30/10), na Base Aérea de Canoas (BACO).

Com atividades aéreas e terrestres também na Base Aérea de Santa Maria (BASM) e na cidade de Santana da Boa Vista (RS), até o dia 17/11, o treinamento operacional visa ao adestramento dos militares e das aeronaves da Força Aérea Brasileira (FAB) para as missões aéreas compostas, chamadas também de COMAO (do inglês Composite Air Operation) no que tange à garantia da soberania, à integridade territorial e à defesa patrimonial, em cenários de conflitos regionais ou externos ao Brasil na América do Sul.

O Comandante do Quinto Comando Aéreo Regional (V COMAR), Major-Brigadeiro do Ar Marcelo Fornasiari Rivero, ressaltou os aspectos importantes do treinamento. “Esse Exercício é muito importante porque coloca em prática tudo aquilo que a gente trabalha durante todo o ano, não só a parte aérea, mas toda a infraestrutura da Base Aérea de Canoas e de Santa Maria”, disse  o Oficial-General.

blank

Ao todo, participam do Exercício mais de 1.200 militares da Marinha do Brasil (MB), do Exército Brasileiro (EB) e do efetivo de Unidades da FAB distribuídas por todo o País, além do emprego de cerca de 30 aeronaves das aviações de Caça, Inteligência, Vigilância e Reconhecimento (IVR), Asas Rotativas e Transporte, a exemplo do F-5M, A-29 Super Tucano, A1-M, KC-390 Millennium, E-99, C-105 Amazonas, RQ-900 e helicópteros H-60 Black Hawk.

O evento é, ainda, uma oportunidade de proporcionar a manutenção e desenvolvimento de capacidades de emprego em cenário tático, fictício e dinâmico, simulando um conflito regional de guerra convencional e regular.

blank

Nessa conjuntura, o treinamento envolve ações que vão desde alerta em voo, assalto aeroterrestre e ataque, até ao reabastecimento em voo, reconhecimento aeroespacial, ressuprimento aéreo, defesa antiaérea, varredura, coleta e defesa cibernética.

A edição deste ano, diferente das anteriores, traz uma significativa mudança estratégica que contribui para tornar o EXCON Escudo-Tínia 2023 ainda mais complexo e tecnológico. “O Exercício Escudo-Tínia 2023 traz componentes da área cibernética e espacial que estão sendo agregados às ações de Força Aérea para maximizar a nossa capacidade operacional dentro do contexto que foi colocado para o Exercício este ano”, finalizou o Comandante da BACO e Diretor do EXCON Escudo-Tínia 2023, Coronel Aviador Marcelo Zampier Bussmann.

Missão Aérea Composta

blank

A COMAO significa o envolvimento de várias aeronaves e Esquadrões em uma missão com diversas ações simultâneas. Um pacote COMAO é um grupo de aeronaves fortemente coordenado, que reúne várias funcionalidades, agindo em apoio mútuo e garantindo a superioridade aérea.

Fonte CECOMSAER

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *