terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

FAB coloca KC-30 de prontidão para resgatar brasileiros em Israel e Gaza

A Força Aérea Brasileira (FAB) anunciou neste domingo (8) que foi dado início a operação de repatriação de brasileiros que estão na zona de conflito em Israel e na Palestina.

A previsão é que na tarde deste domingo, uma aeronave KC-30, com capacidade para 230 passageiros, deverá decolar de Natal (RN) rumo a Itália, onde permanecerá no aguardo do sinal verde para o resgate dos brasileiros que estão em Israel, os trazendo em segurança ao Brasil.

A operação esta sendo coordenada em conjunto com as embaixadas do Brasil em Israel, as quais estão organizando a listagem de brasileiros que solicitaram apoio para deixar a região conflagrada.

“Não sabemos ainda se essa primeira decolagem será segunda (9) ou na terça, dependendo da montagem dessa lista de passageiros que desejam voltar ao Brasil”, afirmou o comandante da Aeronáutica, brigadeiro Marcelo Damasceno.

No momento as operações de voo comerciais a partir do Aeroporto Ben-Gurion em Israel, ainda não estão normalizadas, o que impede a saída de brasileiros do país. Porém, segundo notícias, o mesmo deverá em breve retomar suas operações, o que tornaria possível aos brasileiros deixar o  país em voos comerciais.

Segundo Damasceno, a lista de passageiros deve ser fechada na manhã desta segunda-feira (9). Os voos podem ter inicio já na tarde de segunda-feira, com a previsão de todos os voos partindo no período da tarde.

Quando perguntado sobre essa decisão de estabelecer a partida de Israel a tarde, o comandante da FAB respondeu: “À tarde, porque facilita o transporte terrestre de todas as localidades até os aeroportos. Logicamente, num momento de crise como este, os transportes terrestres têm acesso mais difícil. Se decolassemos de manhã, teríamos nossos brasileiros fazendo deslocamentos complicadíssimos durante a madrugada”.

Para realização do repatriamento de brasileiros, a FAB já mantém em condições de prontidão, além das duas aeronaves KC-30, duas aeronaves KC-390 e duas aeronaves VC-2.

Além da tripulação, devem integrar a missão médicos e psicólogos para dar assistência aos brasileiros.

“As coordenações estão sendo feitas para que nós possamos trazer todos os brasileiros que estão na região, aqueles que, logicamente, desejarem. Importante dizer que vários já estão se colocando em aeronaves comerciais, buscando a saída para uma remoção para países mais próximos”, declarou Damasceno.

No sábado (7), o Ministério das Relações Exteriores também informou três contatos para brasileiros em situação de emergência, os quais operam com o aplicativo WhatsApp instalado:

Escritório em Ramala: +972 (59) 205 5510

Embaixada em Tel Aviv: +972 (54) 803 5858

Plantão consular geral, em Brasília: +55 (61) 98260-0610

Até a noite de sábado (7), o Itamaraty tinha identificado um brasileiro ferido e dois desaparecidos após o ataque terrorista do grupo extremista armado Hamas, que governa a Faixa de Gaza, ao território de Israel. Não há registro de brasileiros entre os mortos.

Também no sábado, o ministério informou que mantém contato com cerca de 90 brasileiros que vivem na Faixa de Gaza ou nas cidades de Israel na zona de conflito

Segundo o Itamaraty, ao todo, a estimativa é de que 14 mil brasileiros vivem em Israel, e outros 6 mil, na Palestina, a grande maioria, fora da área dos ataques registrados neste fim de semana.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *