terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

EXÉRCITO BRASILEIRO FARÁ EXERCÍCIO COM EXÉRCITO DOS EUA EM AMBIENTE DE SELVA

Entre os dias 1º e 16 de novembro de 2023, nos estados do Pará e Amapá, o Exército Brasileiro realizará a Operação CORE 23 (Combined Operation and Rotation Exercise), um exercício com militares do Exército dos Estados Unidos da América.

O Exercício CORE é resultado de um programa de cooperação, assinado entre Brasil e Estados Unidos, que estipula exercícios bilaterais anuais até o ano de 2028. A primeira edição aconteceu no Brasil em 2021 e a segunda em Louisiana, EUA, em 2022. Por meio desses exercícios, as tropas dos dois países compartilham experiências e trocam conhecimentos sobre doutrina, técnicas, táticas e procedimentos de Defesa, o que proporciona a ampliação da interoperabilidade entre os exércitos e o desenvolvimento da doutrina militar terrestre.

blank

Cerca de 300 militares norte-americanos desembarcarão em Belém (PA), a partir do dia 31 de outubro, para dar início ao treinamento conjunto com a Força Terrestre brasileira. A tropa do Comando Militar do Norte será composta por 1,2 mil militares que, ao longo do ano, passaram por diversos exercícios preparatórios, dentre instruções teóricas e práticas voltadas especificamente para a Operação.

A CORE 23 será realizada em três fases, sendo a primeira no período de 2 a 4 de novembro, em Belém, quando militares do Exército dos EUA participarão do Estágio de Vida e Combate na Selva, ministrado por militares do 2º Batalhão de Infantaria de Selva.

A segunda fase começa no dia 6 de novembro, em Macapá (AP), com uma formatura de abertura e, em seguida, com a realização do Painel “A Mulher nas Forças Armadas”. A atividade consiste em um debate que reunirá militares convidados, especialistas de ambos os países, para tratar dos pontos mais relevantes acerca do ingresso das mulheres em carreiras militares.

Na terceira e última fase, acontecerá o exercício operacional em campo, de 7 a 16 de novembro, nos municípios de Ferreira Gomes, Oiapoque e no Distrito de Clevelândia do Norte (AP), onde serão realizadas ações de assalto aeromóvel com helicópteros do Exército Brasileiro e operações em ambiente de selva. A cerimônia de encerramento da CORE 23 está marcada para o dia 16 de novembro, no Oiapoque, na Companhia Especial de Fronteira.

blank

Além de demonstrar sua excelência operacional e capacidade de colaboração, a participação do Exército Brasileiro nos chamados exercícios combinados – aqueles realizados com exércitos estrangeiros – também fortalece a diplomacia militar do país. Essas ações permitem a construção de relacionamentos sólidos e a promoção da confiança mútua entre forças armadas de diferentes nações. A diplomacia militar é uma ferramenta crucial para a prevenção de conflitos e para a construção de uma comunidade internacional mais segura e estável.

No ano de 2023, o Exército Brasileiro participou de diferentes exercícios combinados internacionais, estreitando laços com nações amigas e fortalecendo sua posição no cenário militar global. As operações Fer de Lance, com o Exército Francês; a Operação Arandu, com o Exército Argentino; e a Operação Paraná III, com exércitos de 13 países do continente americano, foram exemplos desse engajamento. As operações combinadas representam uma das formas mais efetivas de treinamento e cooperação militar entre países, em que forças armadas de diferentes nações unem suas capacidades e experiências para enfrentar desafios comuns.

Fonte: Centro de Comunicação Social do Exército

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *