terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

Evento da FAB em celebração aos 150 anos de Santos Dumont, terá réplica da Demoiselle sobrevoando o Museu Aeroespacial no próximo sábado

A Demoiselle foi a segunda aeronave projetada por Santos Dumont e realizou seu primeiro voo em 1907. No próximo dia 29, cerca de 60 mil pessoas poderão presenciar uma réplica dela sobrevoando o Campo dos Afonsos, no Rio de Janeiro, durante o evento Portões Abertos, do Museu Aeroespacial (MUSAL) da Força Aérea Brasileira (FAB). Poucos dias antes, a aeronave, de propriedade da marca de moda Hangar 33, marcou presença em solenidade da FAB pelos 150 anos de Santos Dumont, no dia 20, em Brasília.

O Musal ficará aberto ao público nos dias 29 e 30 de julho, com programação especial por conta das celebrações ao primeiro e maior aviador brasileiro, que contará com sobrevoos de aeronaves civis e militares, acrobacias aéreas, exposição de aviões históricos e réplica do caça F-39 Gripen, balonismo, aeromodelismo, exibição da Esquadrilha da Fumaça e de aeronaves clássicas. Além da réplica da Demoiselle, o público também presenciará no segundo dia de evento o voo de um North American T-6, modelo utilizado pelo Esquadrão de Demonstração Aérea (EDA), que foi restaurado nos últimos anos com as cores originais do esquadrão e brasão da FAB.

A Demoiselle e o T-6 fazem parte do acervo de quase 20 aeronaves da Hangar 33, marca de moda inspirada nos universos da aviação e da aventura, que foi idealizada pelo empresário catarinense Dênis Luiz Lunelli. Hoje presidente do Conselho Consultivo da Lunelli, companhia têxtil catarinense com mais de 40 anos de atuação, foi presidente da empresa de 2009 até janeiro de 2023. Em maio último, recebeu a honraria Fumaça Honorário, da FAB, para civis e militares entusiastas da aviação que contribuem de forma amiga para o sucesso no cumprimento da missão da Esquadrilha da Fumaça.

“Criamos a Hangar 33 lá atrás para celebrar a aviação como um estilo de vida, portanto participamos pela segunda vez do MUSAL com enorme satisfação, ainda mais nesta ocasião tão especial como os 150 anos de Santos Dumont, contribuindo para que o grande público tenha oportunidade de ver no ar esta maravilha projetada pelo gênio que ele foi”, afirma Dênis Luiz Lunelli.

 Fonte: InPress Porter Novelli

1 Comment

  • blank Antônio Carlos Esteves Torres

    Fui aluno da EPCAR, em Barbacena. A paixão pelos domínios aéreos é infinita. Bela notícia para a história dos aparelhos mais pesados que o ar e que voam para demonstrar a capacidade tecnológica brasileira. Vejam um KC 390 e saberão a que me refiro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *