segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

Dia de Terror e Caos no Rio, pode resultar em ativação de GLO

Após dia de terror no Rio de Janeiro, onde criminosos incendiaram 35 ônibus e um trem, ministro da Justiça, Flávio Dino, afirma que o governo vai “aumentar mais ainda as equipes federais” para auxiliar na segurança pública da cidade e do estado do Rio de Janeiro.

A ação terrorista, foi uma resposta do narcotráfico que domina a zona oeste da cidade do Rio de Janeiro, a morte de um miliciano, sobrinho de um dos líderes da milícia na região. Foram 35 ônibus queimados em poucas horas, o que impactou na vida dos cariocas, espalhando medo e caos na cidade.

O governador Cláudio Castro classificou os ataque desta segunda-feira como “ações terroristas”, e disse que a morte do miliciano durante a operação da Polícia Civil faz parte da estratégia do estado de prender os principais criminosos do estado.

Existem rumores de que as Forças Armadas podem ser convocadas para realizar mais uma operação de Garantia da Lei e da Ordem (GLO), o que não é bem recebido pelo comando das Forças Armadas, principalmente pela limitada liberdade de ação dos militares, que não recebem poder de polícia para atuar de maneira efetiva e eficiente neste tipo de cenário.

Cabe lembrar, que no estado do Rio de Janeiro não é a primeira vez que a população sofre com atos terroristas como o que observamos nesta segunda-feira (23), e que o emprego das Forças Armadas neste tipo de ação subsidiária, já tem sido uma solução paliativa desde 2010, quando houve a primeira GLO na cidade, sendo necessário mudanças na estrutura da segurança pública e o combate real as organizações criminosas, a começar por suas ramificações dentro do poder público.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *