terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

CURSO DE OPERAÇÕES NA SELVA ENCERRA A FASE DE TÉCNICAS ESPECIAIS

No dia 13 de maio, o Centro de Instrução de Guerra na Selva (CIGS) realizou a Cerimônia de Aposição da Onça, no Pátio Pioneiros do CIGS, para os 71 alunos que conquistaram o direito de ostentar a “Segunda Onça” nas flâmulas dos Cursos de Operações na Selva (COS) Categoria “B” 23/1, para oficiais, e Categoria “C” 23/2, para subtenentes e sargentos, do total de três onças para se tornar um Guerreiro de Selva.

blank

A “Segunda Onça” na flâmula representa o coroamento da Fase de Técnicas Especiais, dividida em subfases, desenvolvidas, respectivamente, na Base de Instrução Nº 2 (BI-2), Base Plácido de Castro, durante a subface terrestre, e na Base de Instrução Nº 4 (BI-4), Base Pedro Teixeira, durante a subface fluvial.

blank

Ademais, a localização da BI-4 é muito peculiar, pois encontra-se situada às margens do Lago Puraquequara, sendo utilizada nas instruções relacionadas ao emprego de meios fluviais e aeromóveis, bem como na maioria dos Módulos de Tiro.

blank

Na segunda fase do COS, são ministradas instruções de caráter mais técnico, como módulos de tiro, orientação, explosivos e destruições, técnicas fluviais, emprego de aeronaves, dentre outras, preparando os alunos para o combate na selva.

 

Fonte Exército Brasileiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *