segunda-feira, junho 3Notícias que importam
Shadow

Capitânia da Esquadra brasileira realiza exercício com navio francês

O Navio-Aeródromo Multipropósito (NAM) “Atlântico” realizou, ontem (21), o exercício de Transferência de Óleo no Mar (TOM), com a participação do Navio de Apoio Logístico (NApLog) “Jacques Chevalier”, da Marinha Nacional da França. O evento ocorreu nas proximidades de Cabo Frio (RJ).

O exercício teve como objetivo verificar a capacidade de reabastecer o navio no mar, a fim de aumentar a permanência dele, por longos períodos, na área de operação, de forma independente. O NApLog “Jacques Chevalier” atuou como fornecedor do óleo, bombeando o combustível, e o “Atlântico” como recebedor do material. O método utilizado tem potencial para  transferir até mil litros por minuto.

“O êxito deste exercício é reflexo dos diversos adestramentos que a nossa tripulação realiza no dia a dia. Cada militar teve um papel fundamental para o bom desempenho da atividade. Agradecemos a Marinha francesa pela colaboração. A interoperabilidade das marinhas brasileira e francesa contribui para a troca de conhecimento e é resultado do respeito mútuo e da fraternidade que esses dois países nutrem entre si”, disse o Comandante do NAM “Atlântico”, Capitão de Mar e Guerra Eugenio Campos Huguenin.

blank

Manobras táticas e operações aéreas

Em conjunto com a Marinha Nacional da França, foram realizados exercícios como Leap Frog (manobras de aproximação) e Light Line (manobras de manutenção da posição e distância entre os navios). Além disso, foram exploradas táticas de abordagem a contato de interesse e de interrogação de elementos-alvo.

Como parte do exercício, o NAM “Atlântico” abordou o “Jacques Chevalier” com o apoio de um destacamento de Mergulhadores de Combate (MEC) da MB, por meio de fast rope – desembarque rápido de um helicóptero para um ambiente hostil com uso de cabo. Em seguida, os MEC inspecionaram os compartimentos da embarcação; interrogaram os tripulantes da força oponente; e os apresaram. O navio francês também realizou o mesmo treinamento, interceptando o “Atlântico” com a sua tripulação.

Ainda em proveito da interoperabilidade dos meios da Marinha do Brasil, de 20 a 22 de novembro, pilotos e aeronaves do Comando da Força Aeronaval, modelos Seahawk, Super Cougar e Wild Lynx, realizaram exercício de qualificação e requalificação de pouso a bordo do NAM “Atlântico”, inclusive em voos noturnos. Também houve adestramento com transporte de carga pela área externa da aeronave.

Fonte: Agência Marinha de Notícias

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *