terça-feira, junho 4Notícias que importam
Shadow

Operação Saci 2023 – BRIGADA PÁRA-QUEDISTA REALIZA GRANDE EXERCÍCIO AEROTERRESTRE

A Brigada de Infantaria Pára-quedista concluiu nesta sexta-feira, 25, a Operação Saci 2023, grande exercício de adestramento aeroterrestre. O exercício, que contou com a cooperação da Força Aérea Brasileira, acontece anualmente desde 1976. Neste ano, cerca de 2.500 militares do segmento feminino e masculino deslocaram-se para o interior de São Paulo, onde permaneceram de 15 a 25 de agosto. Além das ações militares, também ocorreu o Estágio de Correspondentes Militares (ECAM), no qual 12 estudantes do curso de jornalismo da PUC Campinas tiveram a oportunidade de acompanhar e receber instruções sobre como agir em um cenário de risco.

De forma inédita, a Brigada de Infantaria Paraquedista desdobrou suas tropas em três ações operacionais: a certificação do 27º Batalhão de Infantaria Paraquedista (Força-Tarefa Velame) como Força de Prontidão; as ações táticas da Operação Saci, executadas pelo 25º Batalhão de Infantaria Paraquedista (Força-Tarefa Afonsos) e pelo 26º Batalhão de Infantaria Paraquedista (Força-Tarefa Santos Dumont); e a singular participação junto à Força Aérea Brasileira na Operação Zeus, que fez parte da Avaliação Operacional Contratual do KC-390.

blank

As Forças-Tarefas da Operação Saci 2023 foram alocadas em Campinas, Pirassununga e Itirapina, cidades com distâncias que variavam entre 30 a 100 quilômetros. Essa logística ratificou a importância das comunicações paraquedistas, que permitiram a transmissão constante de dados de inteligência entre as tropas. Também foram realizadas 1.391 aberturas de paraquedas, com o emprego de cinco aeronaves. Ao todo, foram 70 horas de voo, com partidas e chegadas de seis aeródromos, tanto civis, como o Aeroporto Internacional de Viracopos, quanto militares, como o aeródromo Campo Fontenelle, da Academia da Força Aérea, que teve tráfego aéreo exclusivo para a Operação.

blank

Todas as funções de combate trabalharam de forma sinérgica e integrada. Uma das atividades de destaque foi o inédito aerotransporte da Viatura Blindada de Transporte de Pessoal – Média de Rodas (VBTP-MR), 6×6 Guarani, de 18 toneladas. Dentre as experimentações doutrinárias, a Força-Tarefa Biguá foi certificada para o lançamento de um Batalhão armado e equipado sobre massa d’água à noite, capacidade do exército Brasileiro que demonstra flexibilidade para desdobramentos das tropas na região amazônica.

blank

De acordo com o Comandante da Brigada, General de Brigada Adriano Fructuoso da Costa, os números comprovam a importância da Operação Saci 2023 para o adestramento avançado das frações aeroterrestres, além de ratificar a interoperabilidade e a prontidão das unidades paraquedistas, capazes de atuar em qualquer região do Brasil.

blank

Ao final da Operação Saci 2023, a Brigada de Infantaria Paraquedista foi certificada, mais uma vez, como Força de Prontidão do Exército Brasileiro, ratificando a característica da tropa aeroterrestre como tropa de elite, de pronto emprego e de alto grau de operacionalidade, integrante da Força de Ação Rápida Estratégica do Exército.

 

Fonte Exército Brasileiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *