segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

117 anos do primeiro voo do 14 Bis: Santos Dumont e sua contribuição para o mundo

O Brasil celebra no dia 23 de outubro, o Dia do Aviador, data comemorada pela primeira vez em solo brasileiro em 1936 em homenagem ao primeiro voo do 14 Bis, que foi realizado 30 anos antes por um dos maiores gênios criativos da história: Alberto Santos Dumont, pai da aviação. Nascido há 150 anos atrás em 1873, o inventor e aviador brasileiro desempenhou um papel crucial na criação e desenvolvimento dessa indústria, sendo a primeira pessoa a realizar um voo público bem-sucedido com um avião mais pesado que o ar, o 14 Bis, em 1906. O surgimento do primeiro avião foi o pontapé para o que viria logo após: empresas dedicadas ao desenvolvimento de aeronaves e aquelas responsáveis por garantir toda a segurança dos voos e ao novo espaço aéreo, que estava só começando a ser explorado. Santos Dumont abriu caminho para todo um novo setor, repleto de novos conhecimentos e desafios. Mal poderia imaginar o que viria pela frente, em empresas como a Thales, que criam condições de aperfeiçoar ainda mais a experiência de voar, com conhecimento, tecnologia e mão de obra no Brasil e no mundo.

Um estudo de 2022 encomendado pela IBS Software com apoio da ALTA (Associação Latino Americana e do Caribe de Transporte Aéreo) mostra que o Brasil tem o 5º maior espaço aéreo do mundo, mas a aviação representa somente 18% dos meios de transporte no país. Dos mais de 5.500 municípios brasileiros, apenas cerca de 130 são cobertos por rotas de aviação comercial. De acordo com a ANAC, em 2022, mais de 82 milhões de passageiros circularam em voos domésticos no Brasil e mais de 15 milhões de passageiros em voos internacionais utilizaram 213 aeroportos brasileiros. Hoje, a Thales é líder no mercado de radares de vigilância e controle de tráfego aéreo no território nacional e oferece radares para os aeroportos de todas as regiões do Brasil. No total, a Thales fornece 100% dos radares de aproximação, quase 80% dos radares de rota e perto dos 70% dos radares secundários, com um total de mais de 130 radares instalados em todo o país. O Centro de Excelência em Radares da Omnisys, subsidiária da Thales no Brasil, produz no Brasil os radares de rota e secundários e atende clientes de todo o mundo, com unidades produzidas e exportadas para países da América, Europa, Oriente Médio e Ásia. Além disso, 100% dos radares em operação no Brasil são suportados pelo nosso Centro de Serviços da Omnisys que também atende a toda América Latina.

Traçando um paralelo com a história da aviação, desenvolvemos toda uma cadeia de negócios e fornecedores que nos permite ampliar nossa atuação. No âmbito Aeroespacial, oferecemos diversos tipos de serviço, entre eles o Sistemas de Aviônicos, com vários equipamentos de cockpit, sistemas de controle de voo, sistemas de entretenimento e conectividade, comunicações, navegação, sistemas de gerenciamento de voo, dentre outros produtos. Esses sistemas são essenciais para o funcionamento seguro e eficiente das aeronaves, que já englobam também drones e em breve estarão em operação em Mobilidade Urbana à bordo dos eVTOLs (Electrical Vertical Take-Off and Landing).

Outro setor no qual somos líderes mundiais e no Brasil é o Gerenciamento de Tráfego Aéreo, em que a Thales e a Omnisys também desempenham papel fundamental no desenvolvimento e aprimoramento dos sistemas. Isso inclui tecnologias de comunicação, radares, sistemas de vigilância e softwares. Essas soluções ajudam a otimizar a eficiência do espaço aéreo, garantindo voos seguros e pontuais, e oferece, também, soluções de entretenimento a bordo, desenvolvidos localmente.

Estamos avançando bastante também no setor de Segurança Cibernética já que, com a crescente conectividade no setor de aviação, a segurança cibernética se tornou uma preocupação significativa. A Thales oferece soluções avançadas de segurança cibernética para proteger os sistemas de comunicação e dados das aeronaves contra ameaças maliciosas, garantindo a integridade e a confidencialidade das informações críticas.

No setor de Satélites, a Thales está envolvida no desenvolvimento e fabricação de satélites de comunicação e sistemas de conectividade, fornecendo serviços cruciais para a aviação, como comunicação em tempo real, conectividade de alta velocidade e transmissão de dados para aeronaves, além também de satélites de observação, navegação e pesquisas científicas.

Por fim, em Pesquisa e Desenvolvimento, a Thales investe para impulsionar a inovação no setor de aviação. Trabalhamos em colaboração com parceiros da indústria, instituições acadêmicas e agências governamentais para desenvolver soluções avançadas e enfrentar os desafios futuros da aviação tripulada, não-tripulada e mobilidade urbana.

A Thales desempenha um papel crucial no fornecimento de soluções tecnológicas avançadas para a aviação, abrangendo segurança cibernética nos aviônicos, gerenciamento de tráfego aéreo, comunicações e outros produtos. 2 em cada 3 aviões no mundo, decolam, voam e pousam com alguma tecnologia Thales. Nossa expertise e inovação contribuem para a melhoria contínua do setor aeroespacial, e nada seria possível se não fosse por Santos Dummont, que no início do século XX deu início a toda essa geração de apaixonados por aviação, resultando na criação deste setor de vital importância para o mundo e, claro, para empresas como a Thales. Todo brasileiro se orgulha de Santos Dummont. Tudo o que veio em seguida se deve aos anos de dedicação desse Mineiro que realizou o primeiro voo da história, decolando sem a ajuda de impulso ou dos ventos, com um motor de apenas 50 cavalos de potência, e pousou na presença dos membros do Aeroclube da França.

 

Por Luciano Rodrigues – Diretor Geral da Thales no Brasil, empresa líder global em alta tecnologia

 

Fonte Thales

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *