segunda-feira, maio 27Notícias que importam
Shadow

Exército Brasileiro recebe primeiro SARP Cat.2

Na última quarta-feira (14), o Exército Brasileiro informou que recebeu o Nauru 1000C, primeiro SARP (Sistema Aéreo Remotamente Pilotado) de Categoria 2, na segunda-feira (12), o que ocorre após meses de testes e avaliações pela Aviação do Exército (AvEx).

 

O Nauru 1000C é o primeiro SARP Cat.2 desenvolvido e produzido no Brasil, exibindo diversas inovações tecnológicas, agregando importantes capacidades a Aviação do Exército (AvEx), a qual será empregada em missões de comando e controle, vigilância e reconhecimento.

 

blank

 

A cerimônia de incorporação do novo SARP Cat.2, ocorreu no hangar do 2º Batalhão de Aviação do Exército (BAvEx), onde as três aeronaves também foram apresentadas, o evento contou com a presença de diversas autoridades civis e militares, dentre elas o Comandante Militar do Sudeste, Gen.Ex Tomás Miguel Miné Ribeiro Paiva, e o Gen.Ex Eduardo Antônio Fernandes, Comandante do Comando Logístico (CoLog).

 

Esta tecnologia está colocando o Exército Brasileiro em outro patamar em termos de tecnologia, inteligência e aquisição de alvos. Vai nos ajudar muito nas operações na faixa de fronteira, operações em ambientes urbanos e nas operações convencionais mesmo”, disse o General Tomás.

blank

“O processo começou em 2019, um trâmite longo seguindo todo processo de aquisição previsto nas nossas normas. Foram cumpridos todos os requisitos, depois o acompanhamento e, hoje, a gente conclui este processo com o recebimento, que é a última fase da aquisição. A partir de agora, podemos dizer que o SARP 2 é do Exército Brasileiro”, explicou o Gen.Brig. Anysio Luiz Crespo Alves Negrão, diretor da Diretoria Material de Aviação do Exército (DMAvEx).

 

O Nauru 1000C possui uma envergadura de 8m e 3m de comprimento, dotado de 8 motores elétricos com baterias independentes que conferem ao mesmo uma velocidade máxima de aproximadamente 110km/h e uma autonomia de 10 horas de voo, com peso máximo de decolagem de 150 kg.

 

O novo SARP produzido pela brasileira XMobots, é capaz de realizar pousos e decolagens verticais autônomos, possibilitando a operação a partir de ambientes críticos e confinados, sendo possível conduzir missões de monitoramento aéreo, e reconhecimento avançado, operando sob condições climáticas adversas, como chuva leve ou neblina.

 

blank

 

O Nauru 1000C é operado a partir de um contêiner equipado com diversos sensores, que possibilitam ao operador através da estação de controle em solo, obter e retransmitir imagens em tempo real.

 

“É um impulso de tecnologia que vai nos dar melhor capacidade operacional. Vamos ter condições no futuro de melhorar a parte logística”, explicou General Fernandes.

 

Com informações do Exército Brasileiro

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *